Zanini

Por Zanini em
7 de agosto de 17

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O futuro do mobile: 5 tendências para apps que você precisa acompanhar

O futuro do mobile: 5 tendências para apps que você precisa acompanhar

Os últimos anos mostraram ser ótimos para a economia dos aplicativos e parece que 2017 está seguindo o mesmo tom.

Houve crescimento no número de empresas adotando a mentalidade mobile first e percebendo que o celular não é mais um investimento opcional, e sim uma necessidade.

Por isso, aqui estão as principais tendências para apps as quais você deveria se atentar. Confira!

1. O omnichannel

Com a proliferação de interfaces digitais está ficando claro que empresas precisam aprender a interagir com os usuários em muitos pontos de contato. E, o fato de a experiência do usuário estar dividida em múltiplos canais é uma oportunidade. Afinal, cada ponto de contato pode ser explorado por suas conveniências específicas.

Para desenvolver-se para todos esses canais, as empresas estão padronizando uma plataforma comum de interação, ainda que personalizem a experiência de front-end para cada uma delas. Isso não só agiliza o desenvolvimento (e facilita a reutilização), mas também permite novos tipos de interações entre canais.

Um usuário pode começar uma compra na web e continuá-la, mais tarde, em seu dispositivo móvel, recebendo notificações a seu respeito num smartwatch. A tendência para apps é que múltiplos canais funcionem juntos para criar a experiência de compra perfeita.

2. Realidade aumentada

Os aplicativos de realidade virtual (VR) e aumentada (AR) invadirão lentamente nossa vida para muito além dos jogos. O setor imobiliário, de moda e o varejo tem muito a ganhar ao investir neles, podendo atrair clientes e proporcioná-los uma relação mais próxima com aquilo que adquirem.

A demanda por experiências imersivas em várias outras indústrias também verá um salto. Embora ainda estejamos apenas na fase inicial de exploração dessas tecnologias, parece que 2017 será o ano em que VR e AR conseguem capturar a atenção do grande público.

Esse fenômeno definitivo ajuda a criar oportunidades para designers, que buscam novas chances dentro do mercado.

3. UX sobre UI

Chegamos finalmente ao ano em que uma das tendências para apps é a experiência de usuário (UX), em detrimento da interface de um aplicativo. A estética será um fator secundário a partir de agora e estamos prestes a ver bibliotecas de padrões UI (interface do usuário) tornarem-se norma.

4. Segurança como prioridade

A segurança de um smartphone veio a ser um fator mais importante que nunca, por causa da grande quantidade de dados pessoais dos usuários que esses dispositivos hoje abrigam.

E um grande número de pessoas já leva esse assunto a sério, o que acaba significando uma preocupação extra para desenvolvedores. Apps com recursos de segurança internos fazem hoje uma grande diferença no mercado.

5. Foco na velocidade e no conteúdo

O projeto Google AMP e os Instant Articles do Facebook apenas comprovam que o foco está mudando da UI para UX, em termos de exibição de conteúdo. Tanto Google quanto Facebook notaram que você muitas vezes deixa de ler um artigo em um website porque ele é lento demais e tomaram atitudes a esse respeito. O mesmo deve acontecer entre desenvolvedores, focados cada vez mais na rapidez de seus apps.

Gostou dessas tendências para apps? Então você vai adorar a newsletter da Za9 Comunicação Digital. Assine agora mesmo!